Sobrevivência e crescimento de larvas de surubim, Pseudoplatystoma corruscans (Pisces, Pimelodidae), em diferentes densidades de estocagem - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i2.653

Rodrigo Campagnolo, Alex Pires de Oliveira Nuñer

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar a sobrevivência e o crescimento de larvas de surubim, Pseudoplatystoma corruscans , em cinco densidades de cultivo: 15, 35, 55, 75 e 95 larvas/L, distribuídas em um delineamento inteiramente ao acaso com três repetições. Utilizou-se água salinizada (5%) para o cultivo. As larvas foram mantidas em ambiente sem luz e alimentadas com náuplios de Artemia sp. na proporção de 500 náuplios/larva/dia. Ao final do experimento (10o dia), a sobrevivência apresentou tendência de redução com o aumento da densidade de estocagem, mas não se verificou relação entre o crescimento e a densidade. As concentrações de amônia não ionizada e de nitrito apresentaram variação diretamente proporcional ao aumento da densidade e podem ter influenciado a sobrevivência final. A maior sobrevivência (52,0 ± 9,3%) foi registrada em cultivo com 15 larvas/L, sendo que essa densidade não produziu efeito negativo sobre a qualidade da água.

Palavras-chave


Pseudoplatystoma corruscans; surubim; larvas; densidade; sobrevivência; crescimento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascianimsci.v28i2.653



ISSN 1806-2636 (impresso) e ISSN 1807-8672 (on-line) e-mail: actaanim@uem.br