Características hematológicas de teleósteos brasileiros. I. Série vermelha e dosagens de cortisol e glicose do plasma sangüíneo de espécimes de Colossoma macropomum em condições de cultivo - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v20i0.4466

Marcos Tavares-Dias, Elziane F. Silva Sandrim

Resumo


Foram utilizados no presente trabalho 30 exemplares sexualmente imaturos de Colossoma macropomum Cuvier, 1818 (Osteichthyes: Characidae) com 500 a 700g de peso total e 25,0 a 30,2cm de comprimento padrão, com aproximadamente um ano de idade. Tais indivíduos foram capturados em tanques da Estação de Piscicultura Usina São Geraldo, Sertãozinho (São Paulo, Brasil), e são provenientes de uma mesma desova. Foram determinados os valores médio da contagem total de eritrócitos, da hemoglobina, do hematócrito, do volume corpuscular médio (VCM), da hemoglobina corpuscular média (HCM), da concentração da hemoglobina corpuscular média (CHCM) e dosados a glicose e o cortisol plasmático. Os resultados demonstraram que a contagem total de eritrócitos em Colossoma macropomum foi igual a 2830,6 x 103/μl, percentual de hematócrito 41,6%, concentração da hemoglobina 11,3g/100ml, VCM 150,0%, HCM 41,4pg, CHCM 27,7%, glicemia 116,7mg/dl e cortisol plasmático igual a 182,1ng/ml. O número de eritrócitos apresentou correlação positiva (α=0,05) com a taxa de hemoglobina e correlação altamente positiva (α=0,01) com o percentual de hematócrito, enquanto a taxa de hemoglobina mostrou correlação altamente positiva (α=0,01) com o percentual de hematócrito.

Palavras-chave


Colossoma macropomum; cortisol; eritrócitos; glicemia; peixe de água doce; sangue

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascibiolsci.v20i0.4466



ISSN 1679-9283 (impresso) e ISSN 1807-863X (on-line) e-mail: actabiol@uem.br