Prevalência da hepatite B em doadores de sangue do Núcleo de Hemoterapia de Apucarana (Hemepar), Estado do Paraná, Brasil

Leonardo di Colli, Thaís Gomes Verzignassi Silveira, Dennis Armando Bertolini

Resumo


Verificou-se a prevalência da hepatite B em doadores de sangue do Núcleo de Hemoterapia de Apucarana, Paraná, e do marcador anti-HBs em doadores anti-HBc positivo e HBsAg negativo. Pesquisaram-se 1.918 doadores entre maio e dezembro de l994. A pesquisa dos marcadores do vírus da hepatite B foi realizada pela técnica imunoenzimática. Observou-se soroprevalência de 0,7% para o HBsAg na população geral dos doadores, 1,2% nos primodoadores e 0,1% nos doadores antigos, sendo esta diferença estatisticamente significante (P < 0,01). Para o anti-HBc, verificou-se uma prevalência de 25,5% na população geral de doadores, 26,6% em primodoadores e 23,9% em doadores antigos, não sendo esta diferença estatisticamente significante (P=0,09). A co-positividade anti-HBc/anti-HBs foi de 84,1%. A prevalência encontrada do HBsAg indica ser esta uma área de baixa endemicidade. A alta prevalência de anti-HBc em doadores HBsAg negativo sugere o alto risco de contágio a que está submetida a população.

Palavras-chave


Hepatite B; doadores de sangue; marcadores sorológicos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v21i0.4458

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br