Nietzsche e Dom Quixote: diálogos entre ‘loucos’ - doi: 10.4025/actascihumansoc.v34i1.16575

Helder Felix Pereira Souza

Resumo


Partindo das ideias do pensador Nietzsche e caminhando por diversas obras escritas pelo pensador, selecionaram-se algumas passagens para projetar olhares sobre a obra literária Dom Quixote de la Mancha, do espanhol Miguel de Cervantes, sobretudo, em relação à personagem Dom Quixote. Possibilita-se, assim, apresentar outras perspectivas sobre essas duas peculiares figuras: o pensador Nietzsche e o cavaleiro andante Dom Quixote. Destaca-se, por fim, a importância deste entrecruzamento para estimular possibilidades imaginativas-criativas para se pensar a filosofia e a arte mediante a exceção, a loucura e o devir.


Palavras-chave


filosofia; literatura; perspectiva; loucura; devir

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihumansoc.v34i1.16575



ISSN 1679-7361 (impresso) e ISSN 1807-8656 (on-line) e-mail: actahuman@uem.br