O Diccionario pueril para uso dos meninos (1784) do pernambucano Luís Álvares Pinto (1719-1789)

Susana Fontes, Rolf Kemmler, Sónia Coelho

Resumo


O raríssimo opúsculo intitulado Diccionario pueril para uso dos meninos, ou dos que principiaõ o A B C, e a soletrar dicções faz parte do elevado número de manuais metalinguísticos que foram impressos na cidade de Pernambuco pelo impressor Francisco Luís Ameno (1713-1793). Na folha de rosto, o autor identifica-se como ‘Luiz Alvares Pinto, Natural da Villa de S. Antonio do Recife de Pernambuco’. Apesar de uma contestação oitocentista da autoria, parece não restar dúvidas de que se trata do ‘mulato, músico, mestre-de-capela e pedagogo’ pernambucano, conhecido no seu país de origem como Luís Alves Pinto (1719-1789). O Diccionario pueril não é, na verdade, um dicionário propriamente dito, mas, sim, um manual escolar que se dedica nomeadamente a questões de ortoépia e de ortografia, prometendo achegas sobre as ideias de um linguista com ideias normativas que manifesta ter consciência das divergências variacionais na língua portuguesa.

 


Palavras-chave


tratado metalinguístico; século XVIII; variação linguística

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascilangcult.v38i4.30232





ISSN 1983-4675 (impresso) e 1983-4683 (on-line) e-mail: actalan@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY