Avaliação do conforto térmico nas residências convencional e inovadora do “Projeto CASA”, Unioeste, Campus de Cascavel - doi: 10.4025/actascitechnol.v34i1.10875

Carlos Eduardo Camargo Nogueira, Jair Antonio Cruz Siqueira, Samuel Nelson Melegari de Souza, Rosana Krauss Niedzialkoski, Naimara Vieira do Prado

Resumo


Este trabalho teve por objetivo comparar os níveis de conforto térmico nas residências convencional e inovadora do Projeto CASA (Centro de Análise de Sistemas Alternativos de Energia) da Unioeste – campus de Cascavel, Estado do Paraná. As medidas dos parâmetros de conforto térmico foram realizadas com a utilização de termo-higrômetros digitais, nos diversos cômodos das residências e na área externa, em diferentes horas do dia. Foi utilizado o Índice de Temperatura e Umidade (ITU) para comparar os resultados obtidos. Verificou-se que a residência inovadora apresentou Índices de Temperatura e Umidade menores que os verificados na casa convencional, justificando sua arquitetura diferenciada para a obtenção de um maior conforto térmico.

 


Palavras-chave


índice de temperatura e umidade; conforto térmico residencial; residência inovadora

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v34i1.10875





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY