Estudo reológico do vinho branco clarificado por membrana cerâmica - DOI: 10.4025/actascitechnol.v28i2.1190

Ricardo Cardoso de Oliveira, Elisabete Scolin Mendes, Sueli Teresa Davantel de Barros

Resumo


Os processos de separação por membranas em fluxo tangencial têm se mostrado como uma alternativa em substituição as técnicas clássicas de filtração. Isso tem ocorrido pois esses processos eliminam os resíduos gerados pelo método convencional e combinam a clarificação, estabilização e a esterilização em uma operação contínua de filtração. Neste trabalho, teve-se como objetivo estudar o comportamento reológico do vinho branco submetido a uma clarificação com membrana cerâmica de diâmetro médio de poros de 0,05 μm a 2 bar e 20ºC nas amostras de alimentado, permeado e retido. Obteve-se uma considerável redução na turbidez e não foi constatada variação significativa nas demais análises físico-químicas realizadas a ponto de descaracterizar o vinho obtido. Notou-se nas amostras de alimentado, retido e permeado o comportamento reológico de fluído newtoniano

Palavras-chave


reologia; viscosidade; ultrafiltração; vinho branco

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v28i2.1190





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY