Caracterização da atividade amilásica do malte de milho (Zea mays L.) - DOI: 10.4025/actascitechnol.v28i1.1202

Joana Paula Menezes Biazus, José Carlos Curvelo Santana, Roberto Rodrigues de Souza, Elias Basile Tambourgi

Resumo


Este trabalho objetivou estudar o processo de germinação e a caracterização da atividade bioquímica das amilases do malte de milho (Zea mays L.) para gerar uma fonte de amilase de baixo custo e boa atividade enzimática. A atividade enzimática foi monitorada todos os dias durante a germinação das sementes para se obter a melhor condição de produção do malte. Os resultados mostraram que a atividade enzimática nas sementes foi maior no 4º. dia de germinação. A caracterização bioquímica mostrou que as amilases do malte apresentam faixa ótima de pH entre 4,3 e 6, com temperaturas ótimas a 50°C e 80ºC e os valores de Km e Vmax para hidrólise do amido foram de 7,69.10-2 g/L e 7,69.102g/L.min, respectivamente

Palavras-chave


Zea mays; germinação; malte de milho; caracterização; α e β-amilases; atividade enzimática

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v28i1.1202





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY