Estudos de sorção do corante vermelho dianix em filmes de pet através dos processos convencional e CO2 supercrítico - DOI: 10.4025/actascitechnol.v25i1.2234

Aline Aparecida de Oliveira Barbosa, Ana Claudia Ueda, Juliana Emiko Itako, Edvani Curty Muniz, Nanci Pinheiro Povh, Adley Forti Rubira

Resumo


O polímero poli(tereftalato de etileno) – PET – tem tido suas propriedades de superfície modificadas, visando às mais diversas aplicações. O dióxido de carbono supercrítico (CO2SC) tem um grande potencial para a modificação e o processamento de polímeros sólidos, devido à sua alta difusividade e poder de solvatação. O objetivo do presente trabalho foi investigar a incorporação do corante Vermelho Dianix em filmes de PET modificados e não-modificados com N,N-dimetilacrilamida, nos processos de CO2 SC e em meio aquoso. No processo com CO2SC, o tratamento dos filmes de PET modificados com N,N-dimetilacrilamida aumentou, em média, 1,6 vezes a quantidade de corante incorporado. Já em meio aquoso, a incorporação do corante nos filmes de PET modificados com N,N-dimetilacrilamida aumentou, em média, 2 vezes; no entanto, a quantidade absorvida pelo PET foi menor. A quantidade de corante incorporado em filmes de PET foi determinada por espectrofotometria UV-VIS a 520nm, usando N,N - dimetilformamida como solvente.

Palavras-chave


poli (tereftalato de etileno); N-N-dimetilacrilamida; corante Vermelho Dianix

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v25i1.2234





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY