Efeitos de dieta e grupos genéticos sobre a composição muscular e o perfil de ácidos graxos em novilhas - DOI: 10.4025/actascitechnol.v25i1.2245

Ivanor Nunes do Prado, Makoto Matsushita, Jesui Vergílio Visentainer, Fernanda Barros Moreira, Nilson Evelázio de Souza

Resumo


Foram avaliados os efeitos de quatro dietas experimentais sobre a composição e o perfil de ácidos graxos do músculo Longissimus dorsi de 28 novilhas. As dietas avaliadas foram: i) milho e farelo de soja (Corn); ii) Casca de mandioca e farelo de soja (Chu); iii) farelo de mandioca e farelo de soja (Cme); iv) Raiz de mandioca e farelo de soja (Cro). Os teores de umidade, cinzas, proteína e gordura variaram de 73,95% a 76,26%, 0,97% a 1,10%, 21,37% a 23,90% e 0,75% a 1,28%, respectivamente. Ácidos graxos monoinsaturados se apresentaram em maiores concentrações, variando de 49,09% a 53,59%. Os ácidos graxos saturados variaram de 42,42% a 45,34%. Os ácidos graxos poliinsaturados se apresentaram em quantidades menores variando de 3,18% a 4,02%. As razões n6/n3 variaram de 7,18 a 10,17. No Brasil, a mandioca tem baixo preço quando comparado ao preço do milho, sugere-se aos produtores que o uso da mandioca e seus resíduos industriais na dieta de bovinos representará poupanças significantes.

Palavras-chave


mandioca; ácidos graxos; novilhas; grupos genéticos; valor nutritivo da carne

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v25i1.2245





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY