Síntese do terc-amil metil éter (TAME) sobre zeólitas

Gilberto da Cunha Gonçalves, Fernando César Gazola, Maria Angelica Simoes Dornellas de Barros, Pedro Augusto Arroyo

Resumo


No presente trabalho foi estudada a síntese do TAME sobre zeólitas USY, H-Mordenita, H-ZSM-5 e H-Beta. As reações foram feitas em um reator batelada, a 80oC e pressão de 10 kgf/cm2, utilizando metanol e isoamilenos reativos (2-metil buteno 1 e 2-metil buteno 2), presentes em um corte C5 de retorno petroquímico mono-hidrogenado. Para efeito de comparação, foram realizados testes utilizando a resina ácida Amberlyst 15 como catalisador. Os resultados obtidos mostraram que a zeólita H-Beta possui conversão de isoamilenos, rendimento e seletividade a TAME comparáveis à da resina Amberlyst 15 e muito superiores às demais zeólitas estudadas, nas condições de reação ora empregadas. Aparentemente, as espécies de alumina extra-rede (ALER) altamente dispersas presentes na H-Beta interagem com alguns sítios ácidos de Brönsted da rede, fazendo com que estes tenham a sua força ácida aumentada. Isto, juntamente com a adsorção preferencial de metanol, que solvata o próton formando grandes “clusters” de moléculas de metanol, conduzem à maior atividade observada para a síntese do TAME sobre a H-Beta, quando comparada às outras zeólitas estudadas

Palavras-chave


TAME; zeólita; acidez; eterificação

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v23i0.2770





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY