Avaliação do desempenho de dois métodos de espacialização da precipitação pluvial para o Estado de Alagoas - DOI: 10.4025/actascitechnol.v30i1.3182

Ranieri Carlos Ferreira de Amorim, Aristides Ribeiro, Christiane Cavalcante Leite, Brauliro Gonçalves Leal, Jonathas Batista Gonçalves Silva

Resumo


Esta pesquisa foi realizada com base em dados de 50 estações climatológicas, a fim de avaliar o desempenho de dois métodos de espacialização da precipitação pluvial no Estado de Alagoas, utilizando dois métodos de interpolação: o Inverso do Quadrado da Distância (IQD), com expoente 2 e o Spline. Foram verificadas a distribuição espacial dos dados interpolados e a acurácia dos interpoladores por meio do método da validação cruzada. Os dois métodos mostraram-se adequados à realização da interpolação, porém foram observadas algumas diferenças expressivas. O método IQD é recomendado por subestimar o valor da precipitação em 2,2 mm, enquanto que o Spline superestimou em 4,3 mm. Em face da segurança necessária para o planejamento agrícola, recomenda-se, então, a utilização do método IQD, já que o mesmo apresentou também o menor desvio-padrão da média, apresentando uma menor margem de erro

Palavras-chave


agrometeorologia; interpolação; IQD; Spline

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v30i1.3182





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY