Um método simplificado de fusão de imagens para fins de interpretação visual - DOI: 10.4025/actascitechnol.v31i1.537

Selma Regina Aranha Ribeiro, Jorge Antonio Silva Centeno

Resumo


A fusão de imagens é um tema que desperta interesse pela coleta de imagens multiespectrais e pancromáticas com diferentes resoluções espaciais e espectrais. O método de fusão ganhou grande reconhecimento quando imagens Landsat multiespectrais puderam ser combinadas com imagens SPOT pancromáticas. Esse processo comprovou ser útil na geração de imagens híbridas que combinam as propriedades das imagens originais numa única nova imagem, que preserva a informação espectral e possui melhor informação espacial. O resultado é uma nova imagem com maior resolução espacial e preservação da maior resolução espectral. Este documento apresenta o método I1I2I3, introduzido por Ohta et al. (1980), como uma opção de fusão por substituição em relação ao método RGB-IHS. Para aplicar o método I1I2I3 e o RGB-IHS, duas imagens de altas resoluções foram utilizadas, Ikonos II e Quickbird.

Palavras-chave


sensoriamento remoto; processamento de imagens; fusão de imagem

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v31i1.537





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY