Influência do tamanho das partículas na solubilização enzimática da proteína do farelo de soja - DOI: 10.4025/actascitechnol.v31i2.696

Maura Stenzel, Ana Kelly Girata, Nehemias Curvelo Pereira, Gisella Maria Zanin, Oswaldo Curty Motta Lima

Resumo


O objetivo deste trabalho foi verificar a influência do tamanho das partículas na quantidade de proteína solubilizada a partir do farelo de soja. O farelo foi peneirado e cada fração foi submetida à hidrólise enzimática com as proteases Alcalase e Flavourzyme. As hidrólises foram realizadas a 60ºC, agitação de 100 rpm, concentração de Alcalase 0,5% (proteína/proteína) por 3h e concentração de Flavourzyme 1% (proteína/proteína) por 5h. A quantidade de proteína solubilizada foi determinada pelo método de Lowry. A análise granulométrica do farelo mostrou que quase metade da amostra corresponde a partículas maiores que 1,68 mm. O modelo que resultou em melhor ajuste dos dados foi o GGS, e o diâmetro médio de Sauter da amostra foi 1,150 mm. Com relação à hidrólise enzimática, para as duas enzimas foi verificada uma tendência de aumento na quantidade solubilizada para as frações mais finas e maior efetividade da Alcalase na solubilização proteica.

Palavras-chave


farelo de soja; classificação granulométrica; proteína de soja; solubilização enzimática

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v31i2.696





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY