Homogeneização e níveis de metais em dejetos provenientes da bovinocultura de leite - DOI: 10.4025/actascitechnol.v29i2.712

Affonso Celso Gonçalves Júnior, Paulo César Pozza, Herbert Nacke, Doglas Batista Lazzeri, Claudemir Selzlein, Leandro Dalcin Catilha

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar o tempo de homogeneização para que os metais Cu, Zn, Fe, Mn, Cd, Pb e Cr apresentassem maior uniformidade em um reservatório de dejetos bovinos, e determinar as concentrações destes metais no dejeto. O dejeto foi submetido à homogeneização após repouso por 45 dias. Coletaram-se amostras do dejeto em quatro diferentes tempos de homogeneização e em três diferentes profundidades. Utilizou-se o delineamento experimental de parcelas subdivididas, sendo a parcela constituída pela profundidade de coleta das amostras e a subparcela pelos tempos de coleta. A determinação dos teores dos metais foi realizada por espectrometria de absorção atômica, modalidade chama. As concentrações de metais encontradas no dejeto foram inferiores aos limites estabelecidos, e o tempo necessário para ocorrer a homogeneização do Cu, Zn e Mn foram 50 minutos; para o Cd, Pb e Fe foram 30 minutos e para o Cr, 60 minutos.

Palavras-chave


espectrometria de absorção atômica; esterco bovino; sustentabilidade; tratamento de dejetos; metais pesados

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v29i2.712





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY