Estudo das características químicas e físicas da cinza da casca da castanha de caju para uso em materiais cimentícios - 10.4025/actascitechnol.v32i4.7434

Sofia Araujo Lima, João Adriano Rossignolo

Resumo


As cinzas ocupam lugar de destaque dentre os resíduos agroindustriais por resultarem de processos de geração de energia. Sabe-se que muitas dessas cinzas possuem reatividade pozolânica, podendo ser utilizadas como adição mineral em matrizes de cimento Portland. O presente estudo tem como objetivo investigar as características físicas e químicas da cinza da casca da castanha de caju (CCCC), por meio dos seguintes ensaios: análise química, massa unitária, massa específica, extratos lixiviado e solubilizado, difratometria de raios X (DrX), superfície específica (BET) e análise da pozolanicidade com o cimento Portland e com a cal. O conjunto de análises deste trabalho indica a restrição ao uso da CCCC em matrizes cimentícias em função da baixa reatividade com o hidróxido de cálcio (CH) e dos altos teores de álcalis, dos metais pesados e do fenol detectados nessa cinza.

Palavras-chave


cinzas agroindustriais; pozolanicidade; DrX; BET

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v32i4.7434





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY