Efeitos do pH e massa molar do polímero sobre o sistema bifásico aquoso PEG/fosfato - doi: 10.4025/actascitechnol.v33i1.7452

Giovana da Silva Padilha, Juliana Ferrari Ferreira, Ranulfo Monte Alegre, Elias Basile Tambourgi

Resumo


A extração líquido-líquido usando sistemas bifásicos aquosos (SBA) é uma técnica promissora na purificação de biomoléculas de interesse industrial e laboratorial. Este trabalho tem por objetivo apresentar um estudo do diagrama de equilíbrio de fases para diferentes massas molares de polietileno glicol (PEG) (400 e 4000) e fosfato de potássio a pHs que variam entre 6 e 11, em condições normais de temperatura e pressão. A influência do peso molecular do PEG em diferentes pHs foram estudados nos diagramas de fases formados. Foram preparadas concentrações de 100 e 50% (p p-1>/sup>) para o PEG 400 e 4000, respectivamente. A 20% (p p-1>/sup> de KH2PO4/K2HPO4), a solução estoque do sal fosfato foi também preparada de forma a obter os pHs desejados (6, 7, 8 e 9). Para os pHs 10 e 11 além dos sais, foi utilizada uma solução de NaOH 1M. Os resultados mostraram que menores concentrações de soluções foram utilizadas para formar o SBA com o PEG de maior massa molar. Por outro lado, não houve influência do pH nas curvas de equilíbrio, ou seja, um deslocamento significativo da binodal em relação aos diferentes pHs.

Palavras-chave


polietileno glicol; sistemas bifásicos aquosos

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v33i1.7452





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY