Estudo de catalisadores a base de cobre e nióbia na reação de reforma a vapor de etanol - DOI: 10.4025/actascitechnol.v29i1.78

Roberta Carolina Pelissari Rizzo-Domingues, Mauricio Pereira Cantão, Nádia Regina Camargo Fernandes

Resumo


Catalisadores Cu/Nb2O5 foram modificados pela incorporação de MgO ou K2O (redutores da acidez do suporte) ou Ni (um facilitador da quebra da ligação C-C) para serem utilizados na reforma do etanol em unidade de bancada com leito catalítico de 7 g a 573 K, variando-se a velocidade espacial e a razão molar dos reagentes de modo a otimizar o processo de produção de hidrogênio com conseqüente diminuição de subprodutos. Os catalisadores foram caracterizados por área superficial específica, difração de raios-X e redução à temperatura programada. Pôde-se verificar que a introdução de óxido dopante da acidez ou de um segundo metal provocou um aumento da porosidade e da temperatura de início de redução do cobre nos catalisadores, alterando dessa forma a superfície catalítica. A redução da acidez do suporte diminuiu a formação de subprodutos e aumentou a de hidrogênio. Níquel como segundo metal aumentou a produção de CO e CH4.

Palavras-chave


reforma de etanol com vapor d’água, produção de hidrogênio, catalisadores Cu/Nb<sub>2</sub>O<sub>5</sub>

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v29i1.78





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY