Enumeração e pesquisa de Vibrio spp. e coliformes totais e termotolerantes em sashimis de atum e vegetais comercializados na região metropolitana do Recife, Estado de Pernambuco - DOI: 10.4025/actascitechnol.v29i1.94

Leonardo Gadelha Malta de Moura Filho, Emiko Shinozaki Mendes, Roseli Pimentel Pinheiro e Silva, Lilian Maria Nery de Barros Góes, karla Patrícia Brito de Araújo Vieira, Paulo de Paula Mendes

Resumo


O consumo de pescado tem crescido, seja pela maior consciência dos consumidores, seja por estratégias de marketing dos governos. Nesse contexto, destaca-se a
culinária japonesa, cuja base principal é o pescado. Desta forma, objetivou-se avaliar os sashimis e vegetais Comercializados em restaurantes do Recife através do Número Mais Provável (NMP) de Vibrio parahaemolyticus e coliformes totais e termotolerantes, pesquisa de Vibrio spp. e Escherichia coli. Analisaram-se 30 amostras coletadas em cinco estabelecimentos. Não se observou diferença significativa nos índices de contaminação dos restaurantes pesquisados. Verificou-se presença de Escherichia coli em duas amostras de sashimi e em oito amostras de vegetais. Identificaram-se Vibrio damsela, V. fluvialis, V. furnissii, V. hollisae e V. harveyi, não sendo isolado V. parahaemolyticus. Conclui-se que alguns restaurantes necessitam implantar as Boas Práticas de Fabricação (BPF) para que os sashimis e vegetais
comercializados não veiculem microrganismos, diminuindo a incidência das doenças transmitidas por alimentos.

Palavras-chave


sashimi; vegetais; coliformes; víbrios

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v29i1.94





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY