A cidade como negócio: os casos de Londrina-PR e de Maringá-PR - doi: 10.4025/bolgeogr.v28i1.9098

Ricardo Luiz Töws, Cesar Miranda Mendes, Jaqueline Telma Vercezi

Resumo


O presente artigo tem como objetivo tecer algumas considerações sobre a produção do espaço via estratégias e ações, comportamento, papel e a atuação dos principais agentes produtores do espaço urbano no processo de verticalização nas cidades de Londrina e de Maringá. O processo de verticalização gradativamente tornou-se uma forma privilegiada de segmento fundamental da reprodução do capital no espaço, associada à relativa nova forma de morar.

Palavras-chave


Agentes produtores do espaço; estado; promotores imobiliários; Londrina; Maringá

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v28i1.9098



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br