Motivos de afastamento por licença de saúde dos trabalhadores de enfermagem - doi: 10.4025/cienccuidsaude.v9i1.10530

Luciana Souza Freitas Carvalho, Rosa Claudia da Silva Matos, Norma Valeria Dantas de Oliveira Souza, Rita Elzí Dias de Seixas Ferreira

Resumo


O estudo teve como tema Saúde dos Trabalhadores de Enfermagem e como problema os motivos mais frequentes de afastamento por licenças de saúde fornecidas aos trabalhadores de enfermagem pelo Departamento de Segurança e Saúde do Trabalhador de um hospital universitário do Rio de Janeiro. Estabeleceram-se dois objetivos: identificar o quantitativo de trabalhadores de enfermagem afastados por licença de saúde num período de doze meses e levantar as causas dessas licenças. A pesquisa é quantitativa, exploratória, descritiva e documental, e foi desenvolvida no Departamento de Segurança e Saúde do Trabalhador. As informações foram coletadas nos prontuários dos trabalhadores. O método de análise foi o de estatística descritiva simples. Os resultados mostraram que, no período de janeiro a dezembro de 2007, 336 trabalhadores de enfermagem obtiveram licença de saúde, dos quais 81,85% eram auxiliares de enfermagem. Os motivos de afastamento foram doenças osteomusculares, transtornos mentais e comportamentais. Concluiu-se que o quadro de adoecimento do coletivo de enfermagem é alarmante, por conseguinte urge modificá-lo, através de medidas de promoção e prevenção de agravos e riscos à saúde dos trabalhadores.

Palavras-chave


Enfermagem; Saúde do Trabalhador; Absenteísmo.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v9i1.10530



ISSN 1677-3861 (impresso) e ISSN 1984-7513 (on-line)

 

Resultado de imagem para CC BY