Influências da infraestrutura de centros de saúde nas práticas profissionais: percepções de enfermeiros - doi: 10.4025/cienccuidsaude.v10i1.13288

Inês de Cássia Franco Pedrosa, Áurea Christina de Paula Corrêa, Edir Nei Teixeira Mandú

Resumo


O presente estudo é de caráter descritivo-qualitativo e teve como objetivo analisar como enfermeiros que atuam em unidades básicas de saúde tradicionais do município de Cuiabá, Mato Grosso, percebem a influência da infraestrutura em suas práticas. Os dados foram coletados por meio de entrevista aberta, aplicada a cinco enfermeiros de unidades de saúde tradicionais, sendo utilizada a técnica de análise de conteúdo temática. Para enfermeiros, deficiências na estrutura física comprometem suas práticas, à medida que limitam a realização de ações além das preconizadas pelo modelo biomédico, desrespeitam o usuário e dificultam a realização de ações com a necessária resolutividade. Os equipamentos influenciam as práticas do enfermeiro, por impossibilitá-lo de executá-las de forma resolutiva e pelo desgaste gerado por contínuas cobranças aos gestores para sua manutenção e reposição. A falta de materiais e insumos impede o desenvolvimento de cuidados clínicos adequados. O estudo evidencia a necessidade de adequação da estrutura física e de melhoria na disponibilidade e manutenção de equipamentos e insumos importantes para uma a assistência de qualidade à saúde da população.

Palavras-chave


Atenção Primária à Saúde; Serviços de Saúde; Enfermagem.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v10i1.13288



ISSN 1677-3861 (impresso) e ISSN 1984-7513 (on-line)

 

Resultado de imagem para CC BY