Aplicabilidade do pensamento complexo à prática pedagógica no ensino de graduação em enfermagem - doi: 10.4025/cienccuidsaude.v9i1.9012

Mara Regina Rosa Ribeiro, Maria Helena Trench Ciampone

Resumo


O objetivo do presente artigo foi refletir sobre a aplicabilidade do Pensamento Complexo proposto por Edgar Morin à prática pedagógica no ensino de graduação em enfermagem. As autoras tomaram por base suas experiências como professoras da área de administração em enfermagem em universidades públicas do Brasil e problematizaram a prática pedagógica, analisando e discutindo questões relacionadas ao cotidiano do trabalho docente, à luz do Pensamento Complexo. Algumas referências teóricas foram utilizadas para dar sustentabilidade às reflexões realizadas, em especial a produção de Morin, autor francês de extensa obra sobre o Pensamento Complexo. O texto aponta que este referencial de análise e compreensão da realidade pedagógica, atende às necessidades contemporâneas na formação do profissional enfermeiro, possibilitando a concretização de uma prática educativa pautada na compreensão, na solidariedade e na interligação dos saberes. Além disso, permite a crescente construção e consolidação da participação, cidadania e autonomia dos atores sociais nela envolvidos – professores e alunos.

Palavras-chave


Educação Superior; Educação em Enfermagem; Programas de Graduação em Enfermagem.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v9i1.9012



ISSN 1677-3861 (impresso) e ISSN 1984-7513 (on-line)

 

Resultado de imagem para CC BY