A formação da consciência histórica: ideias de alunos em relação ao conceito escravidão africana no Brasil

Rosi Terezinha Ferrarini Gevaerd

Resumo


As reflexões aqui expostas tomam como base os estudos sobre a formação da consciência histórica a partir de autores como Rüsen (1997; 2001; 2007); Barca (2005; 2011); Schmidt (2002; 2006); Schmidt e Garcia (2006), entre outros. A pesquisa de cunho qualitativo foi desenvolvida em uma escola pública da cidade de Curitiba, envolvendo alunos com idades entre 11 e 13 anos, de uma turma de sétimo ano do ensino fundamental. Algumas considerações podem ser apontadas, entre elas, a de que, de modo geral, os alunos incorporaram em suas narrativas, de forma mais significativa, elementos do manual didático e, de forma menos significativa, a explicação da professora. Constatei que os alunos, em sua maioria, expressaram ideias que apontam para uma consciência histórica tradicional.

Palavras-chave


Ensino de história; Educação histórica; Consciência histórica; Conceito substantivo

Texto completo:

PDF (baixado