Nota de esclarecimento.

Quinta-feira, 11/10/2018 ocorreu um problema no sistema de periódicos da UEM. Em virtude disso, foi necessário restaurar um backup de 10/10/2018, quarta-feira 08h00.

Assim, solicitamos aos editores que revejam as atividades deste dia, pois elas foram perdidas e devem ser refeitas. Antecipadamente pedimos desculpas pelos transtornos, mas o problema foi alheio as nossas atividades.

Imagem para capa

Mitos alimentares entre trabalhadores

Max Leandro de Araújo Brito

Resumo


O trabalho tem por objetivo observar a conscientização sobre mitos alimentares entre trabalhadores de diversas organizações que almoçam em uma microempresa da cidade de Natal / RN durante as jornadas de trabalho.  A metodologia utilizada consiste na revisão bibliográfica da literatura que trata de alimentação, qualidade de vida no trabalho e qualidade de vida, associada a realização de entrevistas qualitativas com perguntas abertas entre os clientes da empresa. Verificou-se que a grande maioria dos entrevistados não tinha informações suficientes para desacreditarem em crenças alimentares errôneas sobre alimentação saudável, visto que as empresas, ao terceirizarem o serviço de alimentação dos empregados acabam se despreocupando com responsabilidades desse setor, além de existir uma procura reduzida de patrões e empregados para criação de programas ou ações de conscientização sobre mitos alimentares, alimentação balanceada. Conclui-se, portanto, que é baixa a conscientização sobre mitos alimentares entre trabalhadores que freqüentam a empresa, seja pela falta de apoio das organizações ou acomodação de seus participantes.

Palavras-chave


Conscientização; Alimentação; Qualidade de Vida.

Texto completo:

PDF (baixado




Direitos autorais