Imagem para capa

As Forças Armadas Bolivarianas: povo em armas?

Natalia Scartezini

Resumo


O presente trabalho busca contextualizar, através de um levantamento histórico, a noção de pueblo en armas em voga na Venezuela atualmente para tratar da inserção dos militares na chamada Revolução Bolivariana, bem como da imanente militarização dos civis dentro desta perspectiva revolucionária. Através desta contextualização e do levantamento do que seria a idéia de pueblo en armas dentro das esferas oficiais do governo, busca-se entender qual é a nova configuração das Forças Armadas na Venezuela e levantar seus pontos passíveis de críticas tanto quanto aqueles que se demonstram interessantes para a construção do Socialismo no Século XXI. Para além de qualquer pretensão em exaurir o tema, o intuito maior deste texto é fomentar o debate sobre o assunto, que tem dado mostras claras de ser de indispensável estudo para àqueles que anseiem compreender a configuração socio-política da Venezuela Bolivariana.

Palavras-chave


Venezuela; militarismo; Revolução Bolivariana; Socialismo

Texto completo:

PDF (baixado




Direitos autorais