Imagem para capa

Para onde vai a Geografia?

Angélica Karina Dillenburg Horii

Resumo


O presente artigo aborda a evolução da Geografia enquanto pensamento científico, analisando seu objeto de estudo e suas categorias de análise durante todo o percurso da criação desse saber. Observa primeiramente a formação da Geografia Clássica, que teve seus princípios já instituídos na Antiguidade com Ptolomeu e Estrabão, desdobrando-se no período Iluminista com Ritter e Humboldt que fornecerão uma nova temporalidade a essa ciência. Atinge seu ápice na Modernidade Industrial com a racionalidade de Kant, onde Ratzel e La Blache utilizarão o determinismo e o possibilismo para constituir um discurso científico para a Geografia. Finaliza apontando a nova compreensão do mundo, conhecida como pós-modernismo por David Harvey (1992) ou por Milton Santos (1996) como Globalização, que junto a outros geógrafos e pesquisadores, indicam caminhos de análise dessa ciência na compreensão do seu objeto de estudo. Um diálogo entre os autores na construção do pensamento geográfico. 


Palavras-chave


Epistemologia da Geografia; objeto de estudo; evolução do pensamento geográfico; categorias de análise.

Texto completo:

PDF (baixado




Direitos autorais