Imagem para capa

Na Captiva, na Vera Cruz ou no Baile de Favela: a sexualidade em destaque nas mídias musicais

Juliana Ribeiro Vargas

Resumo


O presente estudo visa analisar e problematizar discursos sobre sexualidade visibilizados por músicas filiadas ao gênero musical funk e sua operacionalização na constituição de subjetividades em um grupo de jovens alunas, estudantes de uma rede pública de ensino. Para tanto, são utilizados como referenciais teóricos os Estudos Culturais em Educação, os Estudos de Gênero e as análises de Michel Foucault. O material empírico decorre de observações participantes, registros em diário de campo, análise de arquivos musicais armazenados nos cartões de memória dos celulares das participantes da pesquisa e rodas de conversa realizadas com elas. As análises das músicas, bem como das rodas de conversa, evidenciam o funk como pedagogia cultural que tem operado na produção das subjetividades juvenis ao indicar modos de ser jovem mulher/jovem homem na contemporaneidade.

Palavras-chave


Estudos Culturais; Gênero; Discurso; Subjetividade; Sexualidade.

Texto completo:

PDF (baixado




Direitos autorais 2016 Revista Espaço Acadêmico