Imagem para capa

Trabalho criativo e qualificação profissional: um desafio

Paulo Roberto de Carvalho

Resumo


A questão da capacitação ou ainda da qualificação profissional na contemporaneidade desenvolve-se em direção a uma situação problemática. Enquanto a qualificação continua sendo compreendida como aquisição de um leque de habilidades possível de ser ensinado, o mercado de trabalho, pressionado pela existência de um excedente de mão de obra, sofistica cada vez mais suas exigências para contratação de trabalhadores. A demanda mais recente que se generaliza nas contratações é a de um profissional criativo. Eis então que o problema se delineia: a pouco conhecida habilidade de criação pode ser aprendida e ensinada? Em termos gerais, é possível responder que não, tomando-se em consideração as investigações de André Gorz que situam a possibilidade da criação na complexa somatória das experiências vividas na história dos sujeitos o que impede que o trabalho criativo possa resultar de uma intervenção de curta duração como no caso dos procedimentos de qualificação profissional.


Palavras-chave


trabalho; criação; subjetividade

Texto completo:

PDF