Imagem para capa

Masculinidades hegemônicas e subalternas em Lygia Bojunga

Rosania Alves Magalhães

Resumo


Este artigo analisa “O bife e a pipoca”, narrativa contida no livro TCHAU, de Lygia Bojunga, a partir da teoria proposta por Robert W. Connell a respeito das masculinidades. Nesta narrativa, percebem-se as relações de poder engendradas nas representações de diferentes masculinidades, em que Bojunga possibilita um diálogo entre as experiências de um menino negro, pobre e as experiências de um menino de classe média alta.

Palavras-chave


Masculinidades; Identidades; Literatura Brasileira.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2018 Revista Espaço Acadêmico