Imagem para capa

A Pedra e a Alavanca: organizações anarquistas e o sindicalismo no Rio de Janeiro e São Paulo (1945-1964)

Rafael Viana da Silva

Resumo


Este artigo pretende analisar a presença das organizações políticas anarquistas no período conhecido historiograficamente como redemocratização e a posição sindical dos anarquistas de Rio de Janeiro e São Paulo. A partir do debate sobre o papel do sindicalismo revolucionário, os anarquistas traçariam estratégias de intervenção em realidades sindicais específicas com o objetivo de retomarem a influência outrora perdida. A partir do diálogo com a historiografia deste tema e fundamentado em diversas fontes (atas, jornais e imagens) do período pretende-se nesse artigo, relativizar a tese que dissocia a estratégia sindicalista revolucionária do anarquismo e apresentar o trabalho realizado pelos seus militantes em determinados sindicatos.

Palavras-chave


anarquismo; sindicalismo revolucionário; redemocratização

Texto completo:

PDF