Nota de esclarecimento.

Quinta-feira, 11/10/2018 ocorreu um problema no sistema de periódicos da UEM. Em virtude disso, foi necessário restaurar um backup de 10/10/2018, quarta-feira 08h00.

Assim, solicitamos aos editores que revejam as atividades deste dia, pois elas foram perdidas e devem ser refeitas. Antecipadamente pedimos desculpas pelos transtornos, mas o problema foi alheio as nossas atividades.

Imagem para capa

As influências ideológicas no processo de construção da Constituição “cidadã” de 1988

Kézia Louzada Boa Sorte, Madson Mendes dos Santos

Resumo


Analisa-se as diferentes influências ideológicas no processo da Assembleia Nacional Constituinte, de 1987/88, que originaram a Constituição Federal da República do Brasil, promulgada em 1988, conhecida como “Cidadã”. Nesse estudo, parte-se da perspectiva de uma desconstrução da percepção do Direito Positivado como elemento garantidor e promotor da cidadania, a partir do pressuposto de que essa concepção é um construtor ideológico. Entende-se que a elaboração idealista de uma Constituição Federal cidadã trata-se de um construtor ideológico que busca encobrir um Estado defensor dos interesses das classes dominantes frente aos das classes trabalhadoras.


Palavras-chave


Ideologia; Cidadania; Constituição; Direito.

Texto completo:

PDF (baixado




Direitos autorais 2018 Revista Espaço Acadêmico