Imagem para capa

O turbante da discórdia ou a celeuma da apropriação cultural

Renato Nunes Bittencourt

Resumo


O artigo aborda a polêmica aberta sobre o conceito de apropriação cultural, imputado como um exercício indébito de um grupo social dominante sobre um grupo social dominado em uma estruturação política marcada pelos conflitos de segmentos antagônicos. É fato que a produção cultural subalterna é absorvida pelas classes hegemônicas do regime capitalista e pasteurizada para consumo social, mas isso não desqualifica as trocas culturais entre os grupos sociais. A estratégia política fundamental é combater a indústria cultural do sistema capitalista e os seus inerentes modos de produção.

 

 

 


Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2018 Revista Espaço Acadêmico