Imagem para capa

O relativismo da noção de verdade na Comunicação Social e o falibilismo do discurso jornalístico

Renato Nunes Bittencourt

Resumo


Este artigo desenvolve a argumentação de que a aplicação da perspectiva sofista no âmbito das práticas comunicativas da era moderna favorece a formulação de uma visão crítica acerca da noção de “verdade” apregoada pelos grandes veículos de difusão de informações. A corrente sofística, propondo uma relativização da idéia de “verdade”, se contraporia a qualquer tendência de se postular um teor metafísico e universalista para tal conceito, conforme a filosofia socrático-platônica o faria posteriormente. A Mídia Corporativa faz um uso ideológico da noção de “verdade dos fatos”, para obter assim a adesão incondicional da classe receptora de informações.

 


Palavras-chave


Palavras-Chave: Sofistas; Verdade; Comunicação Social; Mídia Corporativa; Retórica

Texto completo:

PDF