CONFORMAÇÃO SIMBÓLICA DOS ESPAÇOS DA VIDA E DA MORTE: UMA APROXIMAÇÃO TEÓRICA.

Sylvio Fausto Gil Filho

Resumo


A partir de uma aproximação teórica específica com a Filosofia das Formas Simbólicas de Ernst Cassirer (1874-1945) este ensaio propõem a passagem da ontologia espacial imediata para uma epistemologia do espaço como modo de interpretação do mundo da cultura. Em especial o diálogo com o sistema cassireriano de modo aplicado proporciona caminhos alternativos de interpretação do mundo da cultura. Especificamente delineamos uma hermenêutica da conformação da realidade mediados pelas formas simbólicas do mito, da linguagem, da religião, das artes e do logos através das espacialidades de mundos significativos. Os espaços da vida e da morte são parte da esfera perceptual da existência porém sua efetividade de sentido está posta no processo de conformação simbólica em um mundo de representações.

Palavras-chave


conformação simbólica; espaço; espacialidade; morte; Ernst Cassirer

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/rbhranpuh.v6i18.22700

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais