ANALOGIAS DA ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE COM O MITO DE ULISSES E AS SEREIAS - DOI: 10.4025/reveducfis.v19i3.5994

Wilson Rinaldi, Larissa Michelle Lara, Ieda Parra Barbosa Rinaldi

Resumo


Este texto objetiva refletir o entendimento de atividade física e saúde a partir do discurso do sujeito coletivo, identificando e analisando as categorias originárias à luz do mito de Ulisses e as sereias, presente na obra clássica Odisséia, de Homero. A compreensão da atividade física e saúde, bem como do mito de Ulisses e as sereias dá-se, respectivamente, a partir de uma pesquisa de campo com foco na metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC), de Lefevre, Lefevre (2005), e de incursões teóricas por referenciais das ciências humanas, em especial, Adorno, Horkheimer (1985), que fazem análise do referido mito. Os dados, coletados a partir de entrevistas realizadas com praticantes de caminhada em um parque da cidade de Maringá, atentam para a predominância de um discurso da atividade física e saúde revestido de uma racionalidade instrumental que impede o homem de conhecer o chamado para outras dimensões do humano.

Palavras-chave


Saúde; Atividade Física; Educação Física

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/reveducfisv19n3p391-401



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

ISSN 0103-3948 (impresso) e ISSN 1983-3083 (on-line) e-mail: revdef@uem.br