Produção e distribuição do mobiliário escolar: uma história econômica do investimento na escola pública paulista (1854-1895)

Wiara Rosa Rios Alcântara

Resumo


O objetivo neste trabalho é discutir, da perspectiva da história econômica, a aquisição e a proveniência das carteiras escolares destinadas às escolas públicas paulistas na segunda metade do século XIX (1854-1895). As fontes principais da investigação são correspondências trocadas no âmbito da administração pública. Além de um objeto escolar, a carteira é também um artefato industrial, o que mostra que a história e a configuração da escola não se definem somente em seu interior. Como resultado, demonstra-se a relação entre Estado, economia e criação das condições físicas de funcionamento da escola pública em São Paulo, no período delimitado.

 


Palavras-chave


História econômica; escola moderna; mobiliário escolar; indústria escolar

Texto completo:

PDF (baixado

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Resultado de imagem para CC BY