Juno, a mulher transparente de Dresden. A história de um modelo anatômico feminino

Katya Mitsuko Zuquim Braghini

Resumo


A ‘mulher de transparente de Dresden’ é um modelo anatômico feminino, criado pelo Deutsches Hygiene-Museum de Dresden (1936). Modelo didático científico, feito de plástico cellon; ícone do movimento eugenista; criado como metáfora da superação da corporeidade associada à impureza; metáfora da organização social do trabalho; resultado de pesquisas preocupadas com a função das mulheres na sociedade. Estudam-se as alterações de significados que esse objeto foi adquirindo em diferentes contextos históricos, levando-se em conta os interesses pedagógicos e científicos registrados como regras estéticas que coordenavam a sua visualidade. Para o estudo, foram consultados documentos textuais e tridimensionais, localizados em diferentes arquivos e museus, dentre eles, a própria peça e seu manual de instrução.


Palavras-chave


ensino de ciências; nacional-socialismo; eugenia; estética; cultura material

Texto completo:

PDF (baixado

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Resultado de imagem para CC BY