A reação católica e a formação de professores no Brasil: os manuais disciplinares Noções de Sociologia e Educação (história da pedagogia). "Problemas actuaes" das Madres Peeters e Cooman (1935-1971)

Sandra Maria de Oliveira, Décio Gatti Júnior

Resumo


Exame do dos manuais Noções de sociologia (1935) e Educação (história da pedagogia). Problemas actuaes (1937), das madres Peeters & Cooman, com o objetivo de compreender as proposições católicas no campo cultural, particularmente, a partir das Escolas Normais confessionais, entre 1935, época da publicação da primeira obra analisada, e 1971, quando houve mudanças na formação de professores no Brasil. As fontes de pesquisa   disciplinares, encíclicas papais, cartas pastorais, impressos católicos, documentos relacionados à trajetória das autoras etc. Concluiu-se que os manuais analisados explicitavam um posicionamento em torno do catolicismo, por meio de uma oposição às ideias do campo liberal da época.


Palavras-chave


história; educação; formação; manuais; catolicismo

Texto completo:

PDF (baixado

Referências


ABBAGNANO, N. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

AZZI, R. A neocristandade: um projeto restaurador. História do Pensamento Católico. v. 5. São Paulo: Paulus, 1994.

BASTOS, M.H.C. Da educação das meninas por Fénelon (1852). História da Educação. v.16, n.36. Jan/abr. 2012. p. 147-188. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/asphe/article/ view/22401/pdf. Acesso em 12 dez. 2017.

BASTOS, M.H.C. Uma Biografia dos Manuais de História da Educação adotados no Brasil (1860-1950). VI CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, Anais. Uberlândia/MG: Edufu: 2006. p. 334-349. Disponível em http://www2.faced.ufu.br/ colubhe06/anais/arquivos/28MariaHelenaCamaraBastos.pdf (Acesso em 10 dez. 2017).

BRUNEAU, T. Catolicismo brasileiro em época de transição. Tradução de Margarida Oliva. São Paulo: Loyola. 1974.

CAIRNS, E.E. O cristianismo através do século: uma história da Igreja cristã. Tradução: Israel Belo de Azevedo. São Paulo: Vida Nova, 1995.

CARVALHO, M.M.C. A escola e a República. São Paulo: Brasiliense. 1989.

CARVALHO, M.M.C. Molde nacional e fôrma cívica: higiene, moral e trabalho no projeto da Associação Brasileira de Educação (1924-1931). Bragança Paulista/SP: Edusf. 1998.

COLOMBO, Jornal. Jaboticabal/SP, 1914, n. 1.067, p. 1.

CONSTITUIÇÃO da Companhia de Jesus e Normas Complementares. São Paulo, Editora Loyola, 1997.

DIAS, R. Imagens de ordem: a doutrina católica sobre autoridade no Brasil (1922-1933). São Paulo: Editora da Unesp. 1996.

GONDRA, J.G. & SILVA, J.C.S. Escritas da história: um estudo da produção de Afrânio Peixoto (1916-1947). In: História da Educação na América Latina: Ensinar & Escrever. Rio de Janeiro: Eduerj, 2011. p. 217-242.

GROPPO, C.M. Ordem do céu, ordem na terra: A revista “A Ordem” e o ideário anticomunista das elites católicas (1930-1937). 2007. 184f. Dissertação (Mestrado em História). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2007.

JAPIASSÚ, H. & MARCONDES, D. Dicionário Básico de Filosofia. 2ª. ed. (rev.). Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor. 1991.

MAINWARING, S. A Igreja Católica e a política no Brasil (1916-1985). Tradução Heloísa de Oliveira Prieto. São Paulo: Brasiliense, 2004.

MICELI, S.P.B. A elite eclesiástica brasileira. Rio de Janeiro: Ed. Bertrand Brasil, 1988.

OLIVEIRA, L.A. & SARTORI, A.M. Pequena História da Educação: a influência do ideal cristão católico na formação de professores do ensino primário. In: TOMÉ, D.C. e outros. (Org.). Pesquisas em Educação e História da Educação: um diálogo entre saberes. Rio de Janeiro: Editora Multifoco, 2017, p. 64-88.

PAIVA, V. História da Educação Popular do Brasil: educação popular e educação de adultos. São Paulo: Loyola, 2003.

PEETERS, M.F. Noções de Sociologia. São Paulo: Editora-Proprietária Comp. Melhoramentos de São Paulo (Weiszflog Irmãos Incorporadora). 1935.

PEETERS, M.F. & COOMAN, M.M.A. Educação (História da Pedagogia). Problemas Actuaes. São Paulo: Editora-Propriet. Cia. Melhoramentos de São Paulo (Weiszflog Irmãos incorporadora), 1937.

PEETERS, M.F. & COOMAN, M.M.A. Pequena História da Educação. (Biblioteca de Educação, n. 36). 2ª. ed. (rev.). São Paulo: Edições Melhoramentos. s/data.

ROBALLO, R.O.B. & VIEIRA, C.E. História e História da Educação no projeto de formação de professores na década de 30 no Brasil: problematizando as Noções de Afrânio Peixoto. Inter-ação, v. 32, n.2, p. 243-59, 2007.

ROCHA, H.H.P. Recordação para professoras: a História da Educação Brasileira narrada por Afrânio Peixoto. In: GONDRA, J.G. (Org.). Dos arquivos à escrita da História: a educação brasileira entre o Império e a República. Bragança Paulista/SP: Cdaph/Edusf, 2001, p. 11-36.

SAVIANI, D. História das ideias pedagógicas. Campinas/SP: Autores Associados. 2007.

SCHWARTZMAN, S., BOMENY, H.M.B., &COSTA, V.M.R. Tempos de Capanema. São Paulo: Paz e Terra/Fundação Getúlio Vargas, 2000.

SILVA, B. (Coord.). Dicionário de Ciências Sociais. 2ª. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1987.

VELLOSO, M.P. A Ordem: uma revista de doutrina, política e a cultura católica. Revista Ciência Política. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas. v.21, n.3, p.117-160. jul./set. 1978.

ZAGHENI, G. A Idade Contemporânea: curso de história da Igreja IV. Tradução José Maria de Almeida. São Paulo: Paulus, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Resultado de imagem para CC BY