A gênese da escassez de chuva em Maringá, Estado do Paraná, Brasil, durante os meses de maio de 2003 e maio de 2005 - DOI: 10.4025/actascitechnol.v32i1.4514

Leonor Marcon da Silveira, Maria Elena Sincos Castro

Resumo


O presente estudo teve por objetivo identificar os sistemas atmosféricos geradores da escassez de chuvas durante os meses de maio de 2003 e maio de 2005, em Maringá, Estado do Paraná, Brasil. Para atingir os objetivos propostos, utilizaram-se dados meteorológicos de superfície referentes às variações diárias dos elementos climáticos, com os quais se elaborou uma tabela para cada um dos meses em estudo, eleitos como amostragem de meses de maio secos. Para identificar os sistemas atmosféricos promotores dos diferentes tipos de tempo, tais tabelas foram analisadas concomitantemente à análise de cartas sinóticas meteorológicas de superfície, também diárias, e de imagens de satélite. Constatou-se que a escassez de chuva em Maringá durante os períodos estudados decorreu da atuação de anticiclones frios, que penetraram na retaguarda dos sistemas frontais, e da atuação do Sistema Tropical Atlântico sobre o continente, o qual geralmente bloqueava as frentes frias próximo à latitude de 30°S, de modo que estas se deslocavam para o Atlântico antes de alcançarem a área em estudo.

Palavras-chave


gênese; escassez de chuva; sistemas atmosféricos

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v32i1.4514





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY