Variação da concentração de vitamina C, ºBrix e acidez em néctar de laranja em embalagens cartonadas - DOI: 10.4025/actascitechnol.v29i2.580

Telma Lucia de Oliveira, José Eduardo Olivo, Lívia Rosas Ferreira

Resumo


Amostras de néctar de laranja, acondicionadas em embalagens cartonadas, foram armazenadas em local climatizado (25°C) e em refrigerador (4°C). Durante oito semanas, análises de vitamina C, Brix e acidez foram realizadas no momento da abertura da embalagem, e seu produto residual foi ainda analisado durante quatro dias de estocagem em refrigerador. Analisando-se os resultados das variáveis por métodos estatísticos, observou-se que a temperatura de armazenagem influencia a quantidade de vitamina C do néctar de laranja. Ocorre decréscimo significativo na concentração de vitamina C, mas não há influência da temperatura de armazenagem no Brix e acidez do produto. O tempo de armazenamento influencia vitamina C, Brix e acidez. Constata-se, ainda, que após oito semanas de estocagem e quatro dias de abertura da embalagem a quantidade de vitamina C, em um copo de 200 mL do néctar de laranja estudado, supre a necessidade média diária de um adulto (60 mg).

Palavras-chave


vitamina C; néctar de laranja; embalagens cartonadas

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v29i2.580





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY