História da especialização em enfermagem oncológica – modalidade residência – no hospital Erasto Gaertner - doi: 10.4025/cienccuidsaude.v9i1.8432

Eveline Treméa Justino, Ramone Aparecida Przenyczka, Luciana Puchalski Kalinke, Ozana de Campos

Resumo


Devido à necessidade de capacitação profissional, à falta de especialização em oncologia e à demanda de profissionais com experiência nessa área, tornaram-se mais evidentes os cursos de pós-graduação - modalidade Residência. O objetivo deste paper é relatar a história da Especialização em Enfermagem Oncológica, modalidade Residência, do Hospital Erasto Gaertner, da sua criação aos dias atuais. Trata-se de relato de experiência a partir de uma pesquisa descritivo-qualitativa, realizada de fevereiro a maio de 2009. As fontes incluíram documentos e depoimentos orais de três enfermeiros. Os dados foram submetidos à técnica de análise de conteúdo. O projeto da Residência em Enfermagem Oncológica foi idealizado em 1995 e colocado em prática no dia 15 de janeiro de 1996. Desde então, houve modificações no programa, incluindo o tempo de duração, número de vagas e a grade curricular. Durante seu desenvolvimento, o programa foi sendo adequado para fornecer maior experiência e embasamento teórico-prático, o que possibilitou a formação de especialistas comprometidos com a profissão, com o paciente oncológico e sua família.

Palavras-chave


Enfermagem Oncológica; Especialização; Educação de Pós-Graduação em Enfermagem; Serviço Hospitalar de Educação.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v9i1.8432



ISSN 1677-3861 (impresso) e ISSN 1984-7513 (on-line)

 

Resultado de imagem para CC BY