Imagem para capa

Gramsci, hegemonia e cultura: relações entre sociedade civil e política

José Mário Angeli

Resumo


Falar em Gramsci é sempre muito inspirador e provocativo, pois ele nos leva a refletir, a analisar a sociedade em que vivemos e nos força a pensar em alternativas, em possibilidades de mudanças. Falar em Gramsci e refletir sobre as suas elaborações, sobre a forma como pensou a sociedade de seu tempo, certamente nos convoca e nos reanima a pensar numa sociedade socialista diferente desta em que estamos vivendo. Este certamente é o grande desafio que a humanidade tem em sua frente. E para aqueles que estão preocupados com a transformação desta sociedade capitalista e com a construção de outra forma de relação entre os seres humanos, o tema que aqui vamos debater é bastante oportuno. Ele irá tratar do conceito de hegemonia e cultura no pensamento de Gramsci na perspectiva da elaboração e da construção  da cultura das classes subalternas, pois entendemos aqui hegemonia e cultura dentro de um sistema de força por um lado, e, por outro com formas de busca de consentimento desenvolvida por políticas como expressão de uma concepção de mundo, estratégia para influenciar a esfera da cultura e o endereço dos processos que nesta acontece.

Palavras-chave


Gramsci; Itália; Marxismo; Comunismo; Hegemonia; Cultura; Sociedade Civil; Sociedade Política

Texto completo:

PDF (baixado




Direitos autorais