Imagem para capa

Educação responsável e integral como bem comum mundial

Clodomiro José Bannwart Júnior, Gleiton Lima

Resumo


O trabalho apresenta as diretrizes sobre educação divulgada pela UNESCO no documento Repensar a Educação. Rumo a um bem comum mundial?, correlacionando-as ao processo formativo pautado na responsabilidade integral. Considerando a necessidade de uma educação aberta à complexidade e à pluralidade das sociedades contemporâneas e que seja capaz de levar adiante a formação de uma cidadania pós nacional, é indispensável contar com estruturas pedagógicas que contemplem a formação do indivíduo em sua plena autonomia, a fim de que ele possa não apenas conviver sob o lastro do “nós”, mas abarque, acima de tudo, uma convivialidade integradora do “todos nós”. A educação, nesse sentido, não pode estar desenraizada dos Direitos Humanos, a saber, dos princípios morais que norteiam um aprendizado integral e responsável, capaz de oportunizar uma convivência não alienada na diversidade de valores éticos que ocupam o mesmo espaço social. Na esteira dos propósitos sobre Educação apresentados pela UNESCO, busca-se demonstrar que uma ação pedagógica baseada no respeito à diversidade cultural não se dá sem um autêntico processo de inclusão do “Eu” ao “Nós” e do “Nós” ao “Todos Nós”. Processo este que denominamos de responsabilidade integral.


Palavras-chave


Educação; Responsabilidade Integral, Direito Humanos

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2018 Revista Espaço Acadêmico