Estimação das emissões originadas de veículos leves na cidade de Maringá para o ano de 2005 - DOI: 10.4025/actascitechnol.v31i1.6864

Ed Pinheiro Lima, Marcelino Luiz Gimenes, Oswaldo Curty da Mota Lima

Resumo


Este artigo adotou a metodologia da Cetesb para analisar as emissões dos principais poluentes dos veículos a álcool e a gasolina na cidade de Maringá, Estado do Paraná, no ano de 2005. A frota considerada é constituída pelos veículos cadastrados no Detran-PR com ano/modelo igual ou superior a 1980. Os fatores médios de emissão da Cetesb foram corrigidos pelos fatores de deterioração da Cetesb e do AP42. Os fatores de deterioração do AP-42 se mostraram mais adequados para representar o aumento nas emissões dos veículos, principalmente para veículos mais novos. A frota considerada apresentou maior concentração de veículos mais recentes a gasolina e o quase desaparecimento dos veículos a álcool. Veículos com ano/modelo inferior a 1988, representando apenas 9,90% da frota considerada, contribuíram com quase 35% das emissões de CO, 28% das emissões de HC e 17% das emissões de NOx no caso dos veículos a gasolina.

Palavras-chave


emissões veiculares; poluição atmosférica; Proconve

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v31i1.6864





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY