Utilização de resíduos agroindustriais em processo biotecnológico para produção de β-galactosidase de Kluyveromyces marxianus CCT 7082 - doi: 10.4025/actascitechnol.v33i2.9919

Ana Paula Manera, Joana da Costa Ores, Vanessa Amaral Ribeiro, Maria Isabel Rodrigues, Susana Juliano Kalil, Francisco Maugeri Filho

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição do meio de cultura para a produção da enzima β-galactosidase de CCT 7082 utilizando a técnica de delineamento experimental. A produção da enzima foi realizada em meio composto por soro de queijo, água de maceração de milho (AMM) e hidrolisado de levedura Prodex-lac® e sais. Foi realizado um planejamento experimental fracionário (25-1) para determinar as variáveis significativas na produção da enzima. Foram testadas diferentes concentrações de lactose presente no soro de queijo (10 a 70 g L-1), AMM (10 a 100 g L-1), Prodex-lac (4 a 20 g L-1), (NH4)2SO4 (0 a 10 g L-1) e o pH (5 a 7). As variáveis concentração de lactose, AMM e o pH apresentaram efeito estatisticamente significativo na atividade enzimática dentro das faixas estudadas, sendo estas variáveis empregadas num delineamento composto central rotacional para otimizar a produção da enzima. As faixas testadas foram: concentração de lactose de 40 a 100 g L-1, AMM de 10 a 120 g L-1 e pH de 3,5 a 6,5. As condições que resultaram em maior atividade enzimática (1400 U g-1) foram 70 g L-1 de lactose, 65 g L-1 de AMM, 4 g L-1 de Prodex-lac e pH 5, obtendo uma produtividade de 61 U L-1 h-1.

Palavras-chave


delineamento experimental; soro de queijo; água de maceração de milho; Prodex-lac

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v33i2.9919





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY