Geração de Isolinhas, com dados obtidos por levantamento GPS/L1L2, mediante a técnica de Redes Neurais Artificiais - DOI: 10.4025/actascitechnol.v28i2.1195

Elaine Cristine Barros de Souza, Selma Regina Aranha Ribeiro, Mosar Faria Botelho, Cláudia Pereira Krueger, Jorge Antonio Silva Centeno

Resumo


O objetivo deste trabalho é mostrar uma alternativa para o processo de interpolação empregado em Modelagem Digital do Terreno. Utilizando-se dados de levantamentos GPS coletados por meio de posicionamento relativo cinemático realizou-se um processo de interpolação por meio de Redes Neurais Artificiais (RNA). Os resultados foram comparados com os dados obtidos usando-se o algoritmo de interpolação Inverso do Quadrado de uma Distância (IQD) para avaliar o comportamento das grades geradas por meio de análises qualitativas (isolinhas e MDT) e quantitativas (resíduos). Conclui-se que o método testado é viável se comparado com o algoritmo IQD e, portanto, o uso de RNA apresenta-se adequado para a interpolação de dados GPS provenientes do processamento de fase das portadoras L1 e L2

Palavras-chave


Isolinhas; GPS; Redes Neurais Artificiais

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v28i2.1195





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY