Estudo da cinética e isoterma de secagem de tecido composto por poliéster e algodão - DOI: 10.4025/actascitechnol.v30i1.3214

José Celso Oliveira dos Santos, Luiza Helena Costa Dutra Sousa, Oswaldo Curty da Motta Lima, Nehemias Curvelo Pereira

Resumo


Nesta pesquisa foi analisada a secagem de tecido composto por fibras de poliéster e algodão que apresentam, atualmente, o maior consumo no Brasil. O equipamento para a secagem consistiu de uma placa de cobre aquecida por um banho termostático. As condições operacionais variaram entre 40 e 85ºC, com 0,5 a 2,5 m s-1 no ar de secagem. Em cada temperatura foram realizadas testes com amostras com umidades entre 0,7 e 1,0 (b.s.). Partindo-se da massa das amostras obtidas nas pesagens, realizadas a cada minuto, foram obtidas curvas de secagem e de taxa de secagem. As isotermas de equilíbrio foram determinadas pelo método dinâmico, com o equipamento Novasina, e as amostras foram expostas a sais com umidades relativas que variaram de 11 a 98%, nas temperaturas de 20 a 50ºC. Os resultados foram ajustados a modelos e correlações disponíveis na literatura, avaliados estatisticamente, determinando-se parâmetros que melhor identificam o modelo de secagem desses tecidos.

Palavras-chave


secagem de tecidos; materiais têxteis; secagem condutiva/convectiva; poliéster; algodão; isotermas

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v30i1.3214





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY