Utilização de xisto retortado como matéria-prima em síntese de zeólitas - DOI: 10.4025/actascitechnol.v28i1.1283

Denise Maria Malachini Miotto, Nádia Regina Camardo Fernandes Machado

Resumo


O xisto retortado, subproduto do processo Petrosix, foi utilizado como matéria-prima para síntese de materiais zeolíticos. O procedimento de síntese adotado foi a fusão alcalina seguida de refluxo, utilizando-se três composições de mistura reagente. Dois produtos foram selecionados e analisados química, estrutural e morfologicamente. O composto (1) foi obtido a partir da composição 3SiO2.Al2O3.5,7Na2O.228H2O após 2h30min de refluxo, apresentando a maior cristalinidade quanto à zeólita X, enquanto o composto (2), produzido com a composição 3SiO2.Al2O3.10,5Na2O.325H2O após 30min de refluxo, obteve o maior teor de zeólita A. Os produtos foram caracterizados por difração de raios X, fisissorção de nitrogênio, fluorescência de raios X, ressonância magnética nuclear de 29Si e microscopia eletrônica de varredura. Os resultados mostraram que todo Si e Al presentes nos materiais zeolíticos estão sob a forma cristalina, e as micrografias indicaram a presença dos cristais cúbicos das estruturas das zeólitas A e X.

Palavras-chave


xisto retortado; zeólitas; síntese; refluxo; cristalinidade

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v28i1.1283





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY