Efeito do tempo de troca iônica de metais alcalinos na acidez/basicidade de zeólitas

Classius Ferreira da Silva, Carla Kazumi Carrascoza Yoshida, Nádia Regina Camargo Fernandes Machado, Francisco Maugeri Filho

Resumo


A reação de decomposição do isopropanol é utilizada como reação modelo para determinar o caráter ácido ou básico de zeólitas, particularmente da zeólita Y, pela facilidade de decompor em ambos os sítios. Sítios ácidos produzem água e propeno, já os sítios básicos produzem acetona e hidrogênio. Os metais alcalinos terrosos, por serem bivalentes, quando introduzidos na zeólita, provocam a formação de ambos os sítios. Neste trabalho, dois tipos de zeólitas (A e Y) foram submetidos à troca iônica segundo um planejamento fatorial cujas variáveis foram o cátion introduzido na zeólita (cálcio ou bário) e o tempo de troca iônica (5 minutos ou 24 horas). As zeólitas trocadas foram caracterizadas por fluorescência de raio X, área superficial e pela reação modelo de decomposição do isopropanol. Verificou-se que a troca iônica provocou um aumento na acidez e na basicidade das zeólitas.

Palavras-chave


troca iônica; zeólitas; desidrogenação; desidratação

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascitechnol.v21i0.3170





ISSN 1806-2563 (impresso) e ISSN 1807-8664 (on-line) e-mail: actatech@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY